quinta-feira, 17 de outubro de 2013

LEDTERAPIA!

                                                                             Saudações Amigas(os)!!!


                    LED TERAPIA
   
O uso de fontes luminosas na área da saúde tem sido cada vez mais pesquisados, com o objetivo de resultar em benefícios para os  pacientes.

Com as pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias, foi introduzido na área de saúde o laser de baixa potência que, atuando na região do vermelho e infravermelho, podem nos auxiliar muito na bio-estimulação celular.


Mais recentemente, pesquisadores comprovaram que a ledterapia poderia promover resultados semelhantes a bio-estimulação celular promovida pelo laser.


Pesquisas demonstram que quando se realiza uma terapia com luz, não é importante  se o princípio ativo, sólido, líquido ou gasoso, mas sim o comprimento de onda que age sobre os tecidos.


A NASA iniciou a pesquisa com um diodo emissor de luz LED na tentativa de minimizar os efeitos danosos por longos períodos no espaço, sendo a plataforma espacial um importante laboratório de pesquisa no estudo de enfermidades na área da saúde.


O uso da terapia com LED, diodos emissores de luz da NASA, foi aprovado para terapia em humanos pelo FDA americano, pois possibilitou as missões espaciais um melhor controle das enfermidades dos astronautas expostos a micro gravidade em longos períodos sem exposição a luz, sendo estas intercorrências muito similares as que ocorrem aqui na terra também, beneficiando civis e militares.


Os diodos emissores de luz LED, se apresentam como uma alternativa ao uso de laser de baixa potência, pois proporcionam resultados terapêuticos semelhantes com amplas vantagens, já que podem cobrir grandes áreas com uma exposição de tempo menor.


Os benefícios da Led terapia, incluem o tratamento de queimaduras, lesões de pele, úlceras de origem venosa, arterial ou isquêmica, fraturas dos ossos, dores de origem reumáticas ou articulares, bem como na aceleração da cicatrização, etc.


A Led Terapia não apresenta efeitos colaterais e térmicos, podendo ser utilizada mesmo em casa no alívio de dores em geral e  como auxiliar da cicatrização.


Analizando varias publicações, conclui-se que os resultados clinicos dos lasers  apresentam os mesmos resultados terapêuticos dos LEDS.



                     Indicações e aplicações



No pós-operatório

• No controle do edema;
• No controle da inflamação;
• Na melhora da vascularização;
• Na redução no tempo de reparação das feridas;
• Na qualidade da cicatrização;
• No controle da dor;
• Na redução do tempo de internação.

Na Dermatologia


● No alivio de dores musculares;
• No controle das acnes;
• Na atenuação das rugas;
• No controle de estrias e celulites;
• Em queimaduras;
• No controle de quelóides e fibroses;
• No estimulo de colágeno e elastina;
• Na psoríase;
• Na alopecia;
• Na terapia fotodinâmica;
• No controle de micoses de unha.


Na Ortopedia


● Na aceleração de remoção de acido lático dos músculos;
● Nas lombalgias;
● Na artrite;
● Na artrose;
● Nas tendinites;
● No controle da LER e DORT (controle de edema de extremidades);
● No controle de dores sinoviais;
● No controle de dores em hérnia de disco;
● No controle de dores de origem nervosa;
● Na aceleração de consolidação de fraturas;
● Nas parestesias;
● Na aceleração de formação de ligamentos e neo formação óssea;
● Na reabilitação de traumas;
● Na reparação de lesões articulares


Nas Patologias diversas

● No pé diabético;
● Nas escaras;
● Nas úlceras varicosas;
● No controle das flebites;
● No controle do herpes zoster e simples;
● Na fibromialgia;
● Nas sinusites;
● Nos processos inflamatórios


Fonte:-Manual Científico de Fototerapia
Dr. Luiz A.L.Conrado

Namastê!

Nenhum comentário:

Postar um comentário